Em resposta a campanha “Eu decido meu voto”, a assessoria do candidato a governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) apresentou propostas de políticas com enfoque de gênero. Conheça:

Segurança

– “Ampliação da Rede de Apoio às Mulheres Vítimas de Violência, com a oferta de novas unidades das Casas-Abrigo e de Centros de Referência de Atendimento Multidisciplinar”.

– “Expansão da rede de Delegacias Especializadas na Violência contra a Mulher, para apuração, repressão e inibição dos crimes coibidos pela Lei Maria da Penha. Ampliar e disseminar programas de capacitação dos policiais para uma abordagem adequada.

Educação

“Os conteúdos curriculares receberão orientação para contemplarem uma abordagem de questionamento e combate das manifestações deturpadas do machismo, da discriminação e do preconceito, usadas como justificativa para agressão a direitos de cidadania para mulheres, em especial aquelas em condição de vulnerabilidade decorrentes da etnia, pobreza, opção sexual e religiosa. Disseminar a percepção da violência doméstica e de proximidade como atos de covardia e crime contra os direitos humanos em campanhas regulares promovidas pelo Governo”.

Saúde

“Expansão dos programas específicos de saúde da mulher, com unidades do Programa Mãe Coruja em todos os municípios, para atendimento de gestantes e crianças; campanhas preventivas e atendimento especializado no tratamento do câncer de mama e útero na rede pública estadual de saúde – em especial nos hospitais de referência, UPAs e nas 10 UPAs-Especialidades que serão criadas em todas as regiões do Estado”.

Emprego e renda

“Garantir a continuidade das ações de capacitação profissional para inclusão socioeconômica das mulheres, priorizando aquela parcela da população feminina em condição de vulnerabilidade e situações de risco, nos programas governamentais que exigem abordagem multissetorial, a exemplo dos Programas Chapéu de Palha, Mãe Coruja, Convergir e Governo Presente”.

Anúncios